Lesão do Manguito Rotador

O Manguito Rotador é o grupo de músculos e tendões que se inserem na região proximal do úmero (osso do braço) e a sua função é estabilizar e propiciar os movimentos do ombro.  

Por ser a articulação que possui maior mobilidade do corpo humano, o ombro é diretamente afetado pelo processo de degeneração do sistema musculo-esquelético, que é um processo natural do organismo. Esse processo afeta, principalmente, o Manquito Rotador, o que leva muitos pacientes com dor no ombro aos consultórios de ortopedia. 

Essa dor, normalmente, aparece de modo insidioso e piora progressivamente com o passar do tempo – afetando a face lateral do ombro e piorando durante a tarde ou noite. A perda de força para executar movimentos pode estar presente em parte dos pacientes, ela pode ser leve ou intensa, chegando à impossibilidade de erguer o braço. 

As lesões do Manguito Rotador podem ser descritas de várias maneiras, de acordo com sua duração (aguda ou crônica), tamanho (parciais, totais ou extensas) e etiologia (traumática ou degenerativa) – dependendo dos fatores que causam estas lesões. 

O diagnóstico é essencialmente clínico e deve realizado pelo médico ortopedista, mediante história do paciente e da realização de um exame físico minucioso e específico. A confirmação do diagnóstico é através de Raio X , ultrassom ou ressonância magnética. 

O tratamento é individualizado, pautado de acordo na gravidade da lesão, mas pode ser indicada a infiltração de corticoide, analgésicos e anti-inflamatórios e fisioterapia. Nos casos de ruptura total do tendão, está indicado o reparo cirúrgico, que pode ser feito via artroscópica (técnica cirúrgica pouco invasiva). 

Os cuidados de prevenção contra lesões do Manguito Rotador são: fortalecimento dos músculos da região do ombro – atentando à biomecânica de cada exercício – por meio da prática de musculação e de exercíci​​​​​​​os específicos, sob orientação de um profissional, como o educador físico, fisioterapeuta e ortopedista. 

Em caso de suspeita ou dor na articulação, consulte um ortopedista para avaliar o seu caso. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *